Investimento estrangeiro direto

As empresas que se instalam no estado de São Paulo estão no maior mercado consumidor da América Latina, com abundante mão de obra qualificada, infraestrutura de padrão internacional, cadeia de fornecedores diversificada e uma legislação ambiental avançada. São esses ingredientes, aliados à receptividade multicultural, que oferecem uma excelente vantagem competitiva ao estado. São Paulo é a cidade com mais escritórios de multinacionais na América Latina.

O Brasil é destaque mundial na atração de investimento estrangeiro. Desde 2010, o país recebeu mais de US$ 500 bilhões de investimentos, sendo que, em 2015, foram US$ 75 bilhões. Esses números possibilitaram que o Brasil figurasse entre os 10 países que mais receberam fluxo de investimento no mundo nos últimos anos. Os segmentos mais atrativos foram os da extração de petróleo e gás natural; as indústrias de combustíveis fósseis e biocombustíveis, veículos automotores, reboques e carrocerias, produtos químicos e metalurgia; e os serviços de comércio, telecomunicações, eletricidade e gás.

A capital paulista ocupa o oitavo lugar no ranking organizado pela consultoria KPMG das cidades globais que mais receberam investimentos estrangeiros em 2015. Além disso, de acordo com o Ranking de Competitividade dos Estados 2016, elaborado pelo Centro de Liderança Pública em parceria com a The Economist Intelligence Unit e a Tendências Consultoria, São Paulo é o estado brasileiro mais competitivo. No ranking, o Estado ocupou a primeira colocação em quatro pilares: potencial de consumo, infraestrutura, educação e inovação. 

O mercado consumidor paulista, caracterizado por seu alto potencial de consumo e formado por consumidores que demandam cada vez mais serviços especializados, está aberto a várias oportunidades de negócios dirigidos a esses consumidores, que vão desde a construção civil e as atividades imobiliárias até a prestação de serviços pessoais, passando pelos diferentes ramos da indústria, os quais têm lançado novos produtos destinados a esse mercado.

Para atender a essa demanda por investimentos estrangeiros, em 2008 foi criada a Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade (Investe SP). A agência é a porta de entrada das empresas que pretendem se instalar no estado, além de estimular a expansão de empreendimentos que já estão em São Paulo.

Formada por uma equipe especializada, a Investe SP fornece, gratuitamente, informações estratégicas que ajudam os investidores a encontrar os melhores locais para os seus negócios e facilita o contato das empresas com órgãos públicos e privados. Estão ainda entre as atribuições da agência, propor políticas que contribuam para a atração de novos investimentos nacionais e internacionais para o estado de São Paulo, com o objetivo de estimular a competitividade da economia paulista, a redução das desigualdades regionais, a geração de emprego e renda para a população e a inovação tecnológica.

Outra parte importante do trabalho da Investe SP é auxiliar os municípios paulistas no atendimento ao investidor e no desenvolvimento do ambiente de negócios, além de estabelecer intercâmbios com organismos congêneres e agentes financiadores.

(Dados atualizados em 24/10/2016)

Referências

 http://www.cbre.us/services/research/AssetLibrary/Global_Office_Footprint_Main_Report1%5b1%5d.pdf

Dados de investimento estrangeiro retirados do site do Banco Mundial e Notas de Imprensa sobre Setor Externo do Banco Central – números utilizando nova metodologia do FMI.

 http://data.worldbank.org/indicator/BX.KLT.DINV.CD.WD?locations=BR

 http://www.bcb.gov.br/htms/infecon/notas.asp?idioma=p 

Ranking de países em relação ao fluxo de investimento está nos World Investment Reports da Unctad.

http://unctad.org/en/Pages/DIAE/World%20Investment%20Report/World_Investment_Report.aspx

O ranking da KPMG - Global Cities Investment Monitor 2016:

Saiba mais: 

Investe São Paulo (link)
São Paulo: o Estado Número 1 do Brasil (vídeo)